Quadra (Vitta, Ian, Cassales, por uma mulher que parece um homem)

Dobro uma esquina

Sem saber o que te dizer

Mas há algo em meu coração

Que tu precisas saber


Reminiscências das minhas observações

Fazem meu sangue disparar

Lembro-me dos teus vestidos

E de te ver dançar


Dobro outra esquina

Vejo tuas pernas descompassadas

Teu cabelo voando com o vento

Gosto tanto das tuas risadas


Sei os pequenos gestos que tu faz

Como teu rosto fica vermelho quando está encabulada

Penso que sei tanto sobre você

Mas percebo que não sei nada


Dobro outra esquina

E estou tão perto de ti

As palavras não saem da minha boca

Então nada digo, pois só posso sentir.


Estou acorrentado pela minha timidez

Me sinto impotente e incapaz

Em meio ao meu lamento

Já te vejo se afastar


Dobro outra esquina

Ainda não sei o que falar

Agora tu já estás distante

E eu voltei pro mesmo lugar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s