Mês: dezembro 2014

Que nojo

Atchim! A poeira entra no nariz e provoca-me o espirro.

A criança diz “que nojo”, em alto e bom som. A mulher diz “que nojo”, em voz baixa.
Por que nojo se nada saiu? “É porque está tudo dentro do nariz!”

30 minutos após o almoço dou uma volta no recinto e em voz baixa no ouvido da megera pronuncio:
“que nojo, vá ao banheiro”. Ela surpresa me pergunta: “por quê?”

Em alto e bom som respondo “por essa barriga cheia de merda!”

Anúncios

Erro

Num reflexo sombrio
Vejo a falsa lágrima
Da tristeza no cio
A mais profunda lástima

É uma feição depressiva
Um rosto recém lavado
Não me surpreende, mas assusta
Pois não havia chorado

Me persegue este abismo
Em que afundo desigual
Ao mundo que não parece mudar
E faz-se em mim temporal

Me perguntam se choro, dizem que estou doente
Tudo nego, em desespero
Alguns duvidam até que eu sinta
Sou um grande erro!