Agora está

Algumas certezas como a morte preenchem o nosso vazio
As perguntas machucam,
Porque todas as respostas são ruins
E se esse crânio não tiver quebra, eu vou me invadir

A árvore, o solo e Tudo são mais velhos que eu
A grama é mais nova mas vão cortar quando incomodar o pé de alguém
Tento não ir contra os trilhos
Mas e se me identifico com os galhos secos?

Então ele chegou pra soprar esse vento
Que fez as borboletas do meu estômago voarem
Que trouxe o calor e as madeixas de melaço
O gosto da cerveja, o meu olhar mais doce e a verdade

Tudo que acontece é obstáculo pra luz,
E conseguimos nos encontrar no meio dela fazendo sombras
Abracei-lhe o cabelo e beijei-lhe num abraço
Já que as danças e os beijos acontecem de diferentes formas

E não existe mais teoria de cor, não existe teoria de gente
Não existe mais Durkheim, nem Max Weber
O mundo se desdobrou em gratidão para nós
Então obrigada por compartilhar as melhores coisas que existem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s